terça-feira, 9 de outubro de 2018

Decoração do quarto com móveis que ajuda no desenvolvimento da criança - Quarto MONTESSORIANO



QUARTO MONTESSORIANO

Método Montessori


O método foi criado por Maria Montessori, médica e educadora, essa metodologia foi recuperada nos últimos anos por pedagogos, pais e pessoas interessadas em oferecer educação psicomotora de qualidade para os pequenos. 

Pequenas adaptações melhoram o bem-estar da criança, estimulando o desenvolvimento da cognição, das funções motoras e da criatividade. O ambiente no qual ela vai naturalmente se apropriar e interagir; mesmo sem o contato social, ela vai se desenvolver e sem pressão.

O princípio de autoeducação: A criança precisa explorar sua própria forma corpórea, seu modo de movimentar e de segurar objetos, à fim de construir um desenvolvimento pleno.

O quarto montessoriano preza a funcionalidade, então não há espaço para móveis e aparelhos que não tenham função. No quarto deve ter apenas o que for da criança e pensado para a criança. 

Móveis e objetos ficam na altura dos olhos e das mãos  da criança,  para que ela possa desenvolver a sua autonomia e liberdade com segurança o que privilegia a busca direta e pessoal do aprendizado. 

A decoração deve incluir recursos para que a criança tenha acesso livre a tudo e inclusive ela deve organizar da maneira que mais gostar para interagir com todos os objetos, saber onde encontrar seus brinquedos e alcançá-los com facilidade. 

Elementos que estimulem experiências sensoriais: Tapetes, barras e espelhos.

Veja o espelho fica na altura da criança, tem barra de segurança e apoio

Os espelhos devem ser posicionados na altura da criança, para que ela possa se reconhecer e analisar seus próprios movimentos. Por meio do reflexo, o bebê reconhece a si mesmo e também diferencia os outros. Para evitar acidentes, eles devem ser de acrílico e estar sempre bem presos à parede. 
A partir dos três meses o bebe começa a enxergar com nitidez e com um ano ja se reconhece ao olhar no espelho

https://bebemamae.com/bebes/visao-do-bebe-como-ele-enxerga-dos-0-aos-12-meses

Barras fixas na parede ajudam a criança a se apoiar, o objetivo é facilitar que a criança fique em pé e comece a andar. Instalar uma pequena barra perto da cama auxilia em muito a fase do bebê ficar de pé.




Quando o bebê ainda não sabe andar o espelho deve ficar na horizontal e depois pode ser colocado na vertical.

,

O tapete antialérgico ajuda a proteger do frio ao contato com o chão e proporcionam aos bebês uma experiência sensorial. Já, para as crianças, ele pode ser o responsável por delimitar o espaço reservado para brincar e espalhar os brinquedos.



Um modelo de fácil lavagem é essencial. Em alguns casos, os pais também optam pelos tapetes emborrachados, mais conhecidos como EVA.



aliexpress


A cabana pode ser feita com um colchão, almofada ou puff e um tecido pendurado em um suporte fixado ao teto - de preferencia bem fluido e transparente para dar leveza.





Ao invés de armários, são usados nichos abertos, para que a criança possa acessar os brinquedos sem precisar da ajuda de um adulto.



Brinque com as estampas e com os formatos das almofadas para deixar o quarto divertido. Na hora de brincar no chão, elas também podem ser usadas como apoio para deixar as crianças mais confortáveis.



Mobiliário:


Uma das principais características é a ausência de berço. No lugar usa-se um colchão no chão ou um futon em cima de um estrado ou alguma superfície isolante embaixo como, por exemplo, um tapete de EVA. Maior liberdade aos pequenos, que podem deitar, levantar e circular pelo quarto quando quiser. Para evitar que o bebê role enquanto dorme,é só proteger a cama com almofadas ao redor.
Use a cama no lugar da comoda na hora de trocar o bebe



Cama com olhos, língua e arco-íris ao fundo








O armário deve ser baixo e ao alcance da criança, com poucas opções de roupas para que a criança possa escolher com facilidade.



Nele podem estar roupas, sapatos e acessórios de higiene, por exemplo. Com esse móvel, a criança aprende a definir e tomar conta do seu próprio espaço.



Cantinho de leitura, com porta-livros e mesinha. 
Uma mesinha e uma cadeira permitem que a criança desenvolva no seu quarto, desde cedo, o desempenho das funções cotidianas e de lazer. Ela pode servir tanto para desenhar e brincar de massinha quanto para ajudar na organização, na apreciação de livros e em outras tarefas.





Cantinho de leitura no formato de casinha: algumas almofadas, adesivos e uma luminária.





Paredes decoradas com bandeirinhas, quadros, fotografias, livros, luminárias, qualquer coisa para compor a harmonia do ambiente e tudo devem estar ao alcance dos pequenos.




Área de convivência capriche no campo visual do piso ate uma altura de 70 cm do chão





Cestas e caixas: servem para guardar livros, brinquedos e objetos pessoais. Modifique o conteúdo de acordo com a fase da criança. Há modelos com rodinhas que permite levar o cantinho da criança para outros espaços da casa.



Brinquedos e objetos devem ser poucos e estar sempre ao alcance da criança. O ideal é que os brinquedos sejam trocados de tempos em tempos, em um rodízio e trocados há cada 15 dias. A decoração deve ser lúdica, pensada para estimular a criatividade da criança.





Prateleiras baixas: objetos, livros e brinquedos em estantes baixas, sejam em caixas ou em cestos. Tudo deve ser posicionado sempre na altura dos olhos da criança e das mãos, para que ela possa desde cedo reconhecer o seu espaço e aprender sobre organização.



Ao escolher uma comoda tente escolher algo que de para ser usado posteriormente como aparador ou bar em outro comodo da casa



Mesa de alimentação para a criança ser mais independente










Segurança

As tomadas devem ter altura mais alta ou até mesmo um protetor dedicado. Outra opção mais simples é deixá-las escondidas atrás dos móveis.

Evite móveis e outros elementos com quinas ou que possam tombar. Uma opção é usar um protetor de quina que pode ser encontrado facilmente.

Use um protetor lateral na cama, evitando que a criança caia durante o sono.

A escolha de tapetes é uma excelente opção para proteger e amortecer qualquer tipo de queda dos pequenos, além de deixar o ambiente mais bonito.

Não use quadros ou espelhos com vidros. Prefira acrílico.

Fixe os objetos na parede com fita dupla face. Evite pregos

O espaço deve ser pensado para que a criança circule livremente, sem esbarrar nas coisas; lembrando que criança adora colocar coisas na boca, então, confira o que tem no quarto, para evitar problemas.




E quando a criança crescer faça algumas modificações: 
  • O espelho pode ser mudado da horizontal para a vertical quando a criança aprende a andar. 
  • Suba a altura dos quadros conforme os anos se passam. 
A ideia é adaptar à faixa etária e é importante nesse método confiar na criança
Bebê:  Trabalhe no piso e no rodapé (que pode trazer detalhes para os bebês observarem, como cores); 
Criança de dois ou três anos, já anda, já fala: Coloque objetos como bolinhas, quadradinhos e triângulos para que a criança possa tocar e sentir a diferença nos formatos; vai ajudar no desenvolvimento, pois desperta nela vários estímulos. 

O período em que o modelo se mostra mais eficiente é na primeira infância, pois é quando se fundamentam rotinas que desenvolvem hábitos de autonomia e organização mais intensamente — explica Fernanda Rodrigues.

Poltrona WOMB para amamentar


essenciamoveis

A Poltrona Womb foi projetada para facilitar uma postura sentado e relaxado, proporcionando conforto emocional e uma sensação de segurança, algo que possa se sentir abraçado, daí o seu nome "Womb" que traduzindo quer dizer "Útero".